BIBLIOGRAFIA BÁSICA – parte 07

Facebooktwittergoogle_plusmail

31

 

A cada semana tentamos inserir dicas distintas aqui no nosso site, algumas vezes são métodos sobre como elaborar um texto (que pode ser conferido aqui), ou como trabalhar personagens (veja aqui); mas o conteúdo que mais temos inserido dentro desse universo da capacitação são as indicações de leitura. Já ocorreram as dicas de livros para os fãs de quadrinhos (basta ver aqui); as dicas para os que, assim como nós, transitam no universo da palhaçaria (aqui!), e, a maior parte das sugestões foram livros que apresentam histórias vinculadas à cultura popular, que são prazerosos de ler e muito interessantes para os que desejam iniciar uma caminhada no universo da narração de histórias, pois a maior parte das indicações de livros provêm de histórias que pertencem à oralidade folclórica nacional.

Bom, agora vamos à dica da semana, um assombrado livro de Adriano Messias.

31a

LIVRO: “HISTÓRIAS MAL-ASSOMBRADAS EM VOLTA DO FOGÃO DE LENHA”

EDITORA: Ed. Biruta – São Paulo – 2012

AUTOR: Adriano Messias | Ilustrações: Marcia Széliga

PORQUE LER?
Como já dissemos aqui no site, adoramos os causos assombrados, entendemos que esse perfil de histórias possibilitam que o leitor (ouvinte) trabalhe suas ansiedades e sua coragem. Ver-se envolvido em uma leitura que lhe faz ter medo, também favorece o fortalecimento de sua coragem, e, de cara, esse é o primeiro motivo para se aventurar nessa obra. Mas não pára por aí, pois o texto tem um fluidez muito prazerosa, é narrado em primeira pessoa, por um garoto chamado André, que adora esses causos assustadores que surgem no tecido rural de uma sociedade.

O livro todo se passa numa prosa entre o garoto André e  seu avô, que adora a atenção que o neto lhe dá às histórias, e, diante de um fogão de lenha, ambos vão narrando os diversos causos assombrosos.

Esse é outro ponto interessante do livro, as histórias são diversas, há, por exemplo, histórias sobre Lobisomens, Saci-Pererê, o horripilante Diabinho da Garrafa, a Procissão das Almas, Matinta Pereira e, ao mesmo tempo há os modos de se sobreviver a essas criaturas.

O livro faz parte de uma coleção, esse é o primeiro volume, mais para frente iremos postar outros livros que fazem parte dessa série.

Dica: Leia o livro à noite e sozinho, faz tudo ficar mais interessante.

Augusto e Elaine fundaram a Cia Arte Negus e acreditam no riso como instrumento de transformação social.

Posts Relacionados