CIRCULAÇÃO RIBEIRINHA DO ESPETÁCULO MÍMESIS – VÍDEO DE BORDO

Facebooktwittergoogle_plusmail

Garobabas e garobabos! Esse é o vídeo de bordo que a Juliana Segóvia (cinegrafista super talentosa e querida) realizou enquanto estávamos circulando com o espetáculo “MÍMESIS” em comunidades e cidades ribeirinhas de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Em 2013 o espetáculo Mímesis completou 5 anos, e para comemorar se renovou e circulou por diferentes comunidades e cidades próximas de rio em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, sendo mais especificamente em: Pimenteira, São Pedro de Joselândia, Retiro, Piraim, Chumbo, Poconé, Cangas, Barão de Melgaço, Cuiabá, Corumbá e a aldeia Terena Limão Verde. A intenção foi levar a linguagem do palhaço para esses locais e traçar com as pessoas de cada uma das cidades e comunidades uma efetiva e afetiva troca cultural. Sabe-se que, conforme Milton Nascimento diz em sua canção, «o artista deve ir onde o povo está», isso ocorre pois é importante tanto para o povo quanto para o artista. Trocas. Isso é o que importa numa circulação, o que o artista deixa na cidade quando passa por ela e o que ele leva da cidade por onde passou.

Os integrantes da Cia Arte Negus escolheram circular por Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, pois têm uma relação de amor com esses estados, não importa onde estejam sempre tentarão apresentar nesses lugares, levando o circo para onde as estradas são feitas de água.

Direção
Cia Arte Negus
Abel Saavedra

Palhaços
Augusto Figliaggi
Elaine Guarani
Umberto Lima

Figurino
Milton Venturini
Cristiano de Carvalho

Cenário e adereços:
Abel Saavedra
Elaine Guarani
Raquel Saldívia
Umberto Lima
Augusto Figliaggi

Preparação Musical
Estela Ceregatti e Monofoliar

Videomaker
Juliana Segóvia

Fotografia
Juliana Segóvia

Apoio
Monofoliar
SESC Pantanal
Festival América do Sul

Patrocínio
Lei de Incentivo à Cultura
Petrobrás
Realização
FUNARTE
Ministério da Cultura
Este projeto foi contemplado pelo Prêmio Funarte Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo / 2012

AGRADECIMENTOS
Agradecemos a todos que nos ajudaram no processo de amadurecimento do grupo:
nossos amigos e familiares, pois nos ajudam com afeto e mão de obra constantemente;
nossos patrocinadores e apoiadores, Funarte e Petrobrás;
SESC Pantanal (valeu Josi, Lidevina, Vinícius e equipe);
Rodrigo (guia fantástico que nos ajudava até a montar as coisas);
Seu Antônio e sua coragem e felicidade;
Pica-Pau e família;
todos habitantes das cidades e comunidades que visitamos;
prefeitura de Barão de Melgaço;
Abel Saavedra e Raquel Saldívia (parceiros eternos);
Festival América do Sul (valeu Márcio e parceiros);
SESC Mato Grosso (Flávia, Cris, Jan e equipe);
Grupo Monofoliar (Estelinha, Ju e John);
Giba Pedrosa;
Juliana Segovia;
Naine Terena e à aldeia Terena Limão Verde;
Cristiano Carvalho;
Jaciara (Lalinha);
Escola de Chumbo;
E. E. Dom Francisco de Aquino Ferreira, seus professores e coordenadores;
aos que labutam pela cultura e políticas públicas;
aos palhaços do mundo, principalmente os que usam o riso como instrumento de transformação social.

Fé no riso!

Augusto e Elaine fundaram a Cia Arte Negus e acreditam no riso como instrumento de transformação social.

Posts Relacionados