CURSO COM O MESTRE ABEL – 17 e 18 de maio

Facebooktwittergoogle_plusmail

Opa garobabas e garobabinhas… tudo bem novamente? Eita que essa semana estamos movimentando esse site, né?

É que queremos transformá-lo numa ferramenta mais útil para quem o usufrui, então, colocaremos sempre na sessão Inicial (essa mesmo onde esse post se encontra) coisas que podem ser contributivas para artistas, estudantes, professores, curiosos e interessados em arte de maneira geral.

O que queremos divulgar hoje é a oficina que ocorrerá com o Mestre Abel.

Não sei se sabem, mas temos uma profunda parceria com o Abel Saavedra e com a Raquel Saldívia, os dois contribuíram muito em dois espetáculos nossos. O espetáculo AMBULANTE tem a assinatura dele e foi ele deu uma imensa consultoria para a renovação do espetáculo MÍMESIS. Aprendemos imensamente com ele, descobrimos como superar limites (físicos e psicológicos) e amadurecemos muito de nossa compreensão sobre arte em diálogos que duravam horas. Devemos muito de nossa formação a esse mestre.

Ok, introdução feita, agora vai a divulgação de um treinamento muito bacana que ele irá ministrar em Barão Geraldo/Campinas – SP, lá na sede do BARRACÃO TEATRO.

 

Seguem as informações abaixo

 

NOS DIAS 17 E 18 DE MAIO ABEL SAAVEDRA MINISTRARÁ A OFICINA DESTINADA A APROFUNDAR NA QUESTÃO DA RELAÇÃO E DA MANIPULAÇÃO DE OBJETOS EM CENA.

Através de diversas atividades individuais e grupais, apoiadas no trabalho físico E na dimensão lúdica do trabalho do clown, reunimos nesta oficina algumas das técnicas para a percepção consciente que o manipulador de bonecos e objetos utiliza em suas animações, com o trabalho re- significador que a lógica de desconstrução do clown aplica sobre os objetos com os quais se relaciona.
Assim, procuramos brindar ao artista em cena as ferramentas necessárias para enriquecer e naturalizar, sem perder o livre jogo, o repertorio de ações codificadas e desenvolvidas a partir da utilização de objetos cênicos.

AQUI TEM O FACE DELES: SERAFIN TEATRO

Augusto e Elaine fundaram a Cia Arte Negus e acreditam no riso como instrumento de transformação social.

Posts Relacionados