REFERÊNCIA CÔMICA: BUSTER KEATON – o cara de pedra

Facebooktwittergoogle_plusmail

52

Nós somos careteiros… adoramos fazer caretas. Algumas vezes elas são milimetricamente calculadas, ensaiadas e apresentadas, sejam em nossas narrações de histórias ou em espetáculos diversos. Contudo, do mesmo modo que assumimos para nosso modo de trabalho um jeito caricatural e exagerado, temos consciência de que a ausência de expressão muitas vezes vem a somar no trabalho do cômico. Uma referência enorme é Buster Keaton, grande cômico do cinema americano do início do século XX.

Keaton nasceu no universo artístico do teatro de Revista, e isso lhe deu uma enorme habilidade cômica (entre outras, como as mirabolantes performances corporais em suas gags e cascatas), e, ao passo que migrou sua carreira para o cinema, entendeu que diminuir a expressão facial fazia com que o espectador projetasse nele o sentimento que interpretava do contexto da cena. Diante disso o corpo e os outros elementos do quadro (cenário, outros atores do elenco dos filmes, figurino e parafernalhas de cena) ganhavam relevância para a interpretação do sentimento que o espetador processava na mente.

Enfim, vale assistir essa coleção de distintas cenas desse grande mestre da comédia.

Augusto e Elaine fundaram a Cia Arte Negus e acreditam no riso como instrumento de transformação social.

Posts Relacionados